SONORA COLETIVA

João Noronha (EAEO/Três Selos) e Rafael Rocha (Noize Record) são os convidados do Sonora Coletiva nessa quinta (dia 17), às 19h, para conversar sobre a indústria e o mercado de vinis no Brasil.

 

O SONORA COLETIVA recebe João Noronha, do selo EAEO e do clube de vinil Três Selos, e Rafael Rocha, do Noize Record Club, primeiro clube de vinis da América Latina, para um bate-papo sobre a indústria, os clubes e o mercado de vinis no Brasil, mídia física de difusão de música que retornou com força total nos últimos anos também no país. A venda de vinis já superou a venda de CDs em vários países e a tendência é de crescimento ainda mais acentuado no próximos anos.

 

Os dois convidados conversarão com os pesquisadores Allan Monteiro, Cristiano Borba e Túlio Velho Barreto, que vêm desenvolvendo atividades no Núcleo de Imagem, Memória e História Oral (NIMHO), do Centro de Documentação e de Estudos da História Brasileira (Cehibra), coordenado por pesquisadores da Fundaj, entre eles Sylvia Couceiro e Cristiano Borba, registrando depoimentos de pessoas que trabalharam com música em Pernambuco no período de 1970 e 2000.

 

OS CONVIDADOS João Noronha tem formação na área de tecnologias de produção musical no Brasil e no exterior, inclusive em Engenharia de som, pela OMiD, e Produção Musical, pela Berklee College of Music. É sócio do projeto Três Selos, que reuniu, em 2018, os selos Assustado Discos, EAEO Records e Goma Gringa, com o objetivo de lançar um disco por mês. Em 2019, criaram a Assinatura Três Selos, um sistema de fidelização que lançou uma coleção de doze títulos naquele ano. Em 2020, o projeto foi ampliado para dois formatos.

 

Além da Assinatura Três Selos, foi inaugurado o Três Selos Paralelo, afim de ampliar o catálogo para assinantes e distribuidores. O projeto já lançou álbuns de vários artistas, como Arnaldo Antunes, Chico César, Karina Burh, Céu, Jards Macalé, a trilha sonora de Bacurau, entre outros. Em 2021, os selos Assustado Discos e EAEO Records seguem à frente do projeto, após o desligamento do selo Goma Gringa. Rafael Rocha é publicitário, músico, designer e diretor audiovisual. É sócio-fundador da NOIZE, empresa de comunicação que atua com comportamento musical há mais de 15 anos, fazendo conteúdo para marcas e artistas. Atua também diretamente na criação e curadoria do Noize Record Club, o primeiro clube de assinaturas de discos de vinil da América Latina.

 

O Noize Record Club iniciou suas atividades em 2014, porém a revista Noize nasceu em 2007, com distribuição gratuita em território nacional. Com a criação da Noize Record Club, a revista passou a ser um produto vinculado ao lançamento mensal de álbuns de vinil de artistas novos e consagrados, como Elza Soares, Gilberto Gil, Vinícius de Moraes e Baden Powell, Marcelo D2, Liniker, Duda Beat, Black Alien, Otto, Gal Costa, entre outros, com suas 60 páginas e contendo fotos, entrevistas e reportagens inéditas.

 

SAIBA MAIS

 

SONORA COLETIVA é o canal experimental da revista eletrônica de divulgação científica COLETIVA, publicada pela Fundaj. Sediada no Recife, a revista disponibiliza dossiês temáticos com uma perspectiva de diálogo entre saberes acadêmicos e outras formas de conhecimento, prezando pela diversidade sociocultural e liberdade de expressão. É voltada para um público amplo, curioso e crítico. O projeto integra o ProfSocio, o multiHlab e a Villa Digital, envolvendo ainda as diversas diretorias da Fundaj.

MARCA PREFERENCIAL PNG (1).png